71ª Conferência Distrital Distrito 1960 - Chairman da Conferência PGD António Mendes

 

O Companheiro PGD António Mendes foi o Chairman desta 71ª Conferência Distrital e começou por afirmar: “hoje estamos aqui porque somos herdeiros de um sonho: Paul Harris sonhou pôr ordem no Mundo, desenvolver a paz e a compreensão mundial. O nosso Governador Abílio Lopes trouxe-nos a ver o Mar, o Mar como ponte, como elo de ligação ao serviço da humanidade. Um sonho também sonhado pelo Infante D. Henrique aqui no Algarve e pelos navegadores que deram novos mundos ao Mundo, cantados por Luís de Camões, Fernando Pessoa e muitos outros”.

A propósito de sonhos, o Companheiro PGD António Mendes citou Manuel Martins, o primeiro português que em solitário fez a volta ao mundo no seu veleiro e no seu diário de bordo escreveu: “acreditar no sonho de um homem é sonhar também” e Genuíno Madruga, que em 2008 deu a volta ao mundo dobrando o Cabo Horn, um feito apenas alcançado por dez navegadores, e que no seu livro afirma: “sonhem, definam objectivos, acreditem, sacrifiquem-se, trabalhem muito e só assim poderão concretizar aquilo com que sonharam”.

Para o Chairman da Conferência, cuidar da família rotária é essencial para cuidar da humanidade de forma eficaz e cumprir os propósitos do fundador Paul Harris, sendo que a família rotária é suportada pelos clubes, o seu elemento primordial. O sucesso dos clubes, sublinhou, reside em dois pilares fundamentais: a complementaridade e a harmonia dinâmica.

No final da sua intervenção, o Companheiro PGD António Mendes deixou um repto: “nada de ódios, nada de invejas, ser rotário é ser gente que gosta de gente, de toda a gente”.