Jovem distinguida com a Bolsa Rodrigo Santiago no 59º aniversário da FRP: Sofia João projeta fazer carreira académica na área da medicina

Sofia João Gomes da Cunha, aluna que este ano letivo concluiu com êxito o 12.º ano na Escola Secundária de Estarreja, foi uma dos jovens distinguidos no 59.º Aniversário da Fundação Rotária Portuguesa. Sofia João Cunha recebeu a Bolsa do Fundador Rodrigo Santiago, através do Rotary Club de Estarreja. Nesta curta conversa a estudante fala-nos da sua motivação para ser uma boa aluna; da surpresa que constituiu receber esta bolsa de estudo como gostaria concretizar uma carreira académica na área da Medicina.

Notícias (N.) – O que é que te motiva a seres uma boa aluna?
Sofia João (S.J.) – O que me impele a trabalhar arduamente no dia-a-dia é, para além da satisfação pessoal em atingir os melhores resultados possíveis, a esperança de que, no futuro, o meu esforço seja recompensado e possa colher os frutos dos sacrifícios que faço. A atribuição deste prémio foi, sem dúvida, um grande incentivo para continuar.
N. – Ficaste surpreendida por teres sido escolhida para receber uma bolsa de âmbito escolar?
S.J. – Com certeza que sim. Em primeiro lugar, porque desconhecia a iniciativa dos Rotários no apoio à educação. Em segundo lugar, porque existem outros bons alunos no Agrupamento de Escolas de Estarreja.
N. – Uma vez que recebeste esta bolsa, em que medida é que te vai ajudar?
S.J. – Tenciono, no imediato, guardar o valor da bolsa, a fim de poder usá-la quando necessitar. Uma vez que pretendo ingressar no ensino superior este ano poderá certamente ser uma ajuda para as despesas que inevitavelmente a universidade acarreta.   
N. – No teu percurso académico, com certeza que te deparaste com diversas dificuldades. Qual ou quais as que mais te marcaram?
S.J. – Todos nos deparamos com inúmeras dificuldades ao longo dos anos e a escola não foi, obviamente, uma exceção. Contei sempre com professores extremamente competentes e prontos a ajudar, e com a minha família que sempre permitiu que me dedicasse a 100% aos estudos. Ainda assim, como qualquer estudante, nem sempre foi fácil gerir o tempo nem abdicar de muitas oportunidades. Infelizmente, é extremamente difícil para um aluno, nos tempos que correm, conseguir conciliar um percurso escolar de sucesso com projetos do seu interesse igualmente enriquecedores. É, no meu entender, um ponto em que a vida escolar dos dias de hoje e a pressão crescente em atingir bons resultados são francamente menos positivos.
N. – Atualmente estás em período de férias. Terminaste a frequência do 12.º Ano na Escola Secundária de Estarreja e estás a preparar-te para candidatares ao Ensino Superior. Que área vais escolher? Quais as tuas perspetivas para o futuro?
S.J. – Apesar de tencionar aproveitar o período de candidatura ao máximo para estudar todas as possibilidades, inclino-me neste momento para a Medicina. No entanto, espero que o próximo ano me permita chegar a conclusões mais definitivas sobre o que pretendo atingir no futuro.

Num minuto…

Nome: Sofia João
Idade: 18 anos
Natural: Estarreja
Reside: Estarreja
Hobby: Ténis e realização de cinema
Livro preferido: “Mafalda”, Quino
S.J. – “X & Y”, Coldplay
Filme que mais gostei: “The Grand Budapest Hotel”
Prato preferido é: Comida Italiana
Praia: Monte Gordo
País: Portugal
Férias em: Itália
Viagem que gostava de fazer: Nova Iorque
Objetivo de vida: Felicidade e realização pessoal
O que me inspira é: A paciência e pro-atividade (frequentemente vistas, incorretamente, como incompatíveis) daqueles que mudaram a história.