Recebeu a Bolsa Rafael da Silva no 58º Aniversário da FRP - Eduardo Silva: "ser um bom aluno é o caminho mais curto para o sucesso profissional"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

     

    “Notícias conversou, recentemente, com o jovem Eduardo José Vasconcelos Silva, distinguido no 58.º aniversário da Fundação Rotária Portuguesa (FRP), com a Bolsa do Fundador – Rafael da Silva. O estudante que atualmente frequenta o 1.º ano de Engenharia Biomédica na Universidade do Minho, fala de si, da distinção com que foi distinguido, através do Rotary Club de Póvoa de Lanhoso, e perspetiva o futuro.

     

    Notícias (N.) – O que é que te motiva a seres um bom aluno?
    Eduardo José Silva (E.J.S.) – Os motivos para ser um bom aluno são vários. Primeiro porque ser um bom aluno é o caminho mais curto para o sucesso profissional. E além disso, num mercado de trabalho cada vez mais afunilado a única solução passa por o trabalho árduo e a obtenção de bons resultados escolares. Não me posso esquecer também do incentivo que recebi por parte dos meus pais desde que me lembro, que foi muito importante.


    N. – Ficas-te surpreendido por teres sido escolhido para receber uma bolsa de âmbito escolar?
    E.J.S. – Sim fiquei. Desconhecia por completo a atribuição destas bolsas por parte da Fundação Rotária, foi uma surpresa para mim.


    N. – Uma vez que recebeste esta bolsa, em que medida é que te vai ajudar?
    E.J.S. – Para além do incentivo que recebo para a continuação da obtenção de bons resultados, esta bolsa dará uma boa ajuda monetária, agora que a despesa é maior devido às propinas ou mesmo para as deslocações para a universidade.


    N. – Terminado o 12.º ano que dificuldades sentiste ao ingressar no Ensino Superior?
    E.J.S. – A primeira dificuldade que senti foi mesmo a escolha do curso. Eram muitas as opções de escolha dentro da área das ciências, e nunca me sentira vocacionado para qualquer área específica. A pressão pela obtenção de bons resultados nos exames também foi difícil, mas são dificuldades incontornáveis, temos de passar por elas.


    N. – Neste momento frequentas o 1.º ano da Engenharia Biomédica na Universidade do Minho. Quais são as tuas perspectivas para o futuro?
    E.J.S. – O meu foco será sempre dar o meu melhor, e dentro disto está o objetivo de conseguir ser bom na minha área para ter sucesso enquanto profissional. Com trabalho e empenho tudo é alcançável.

     

    Num minuto…

    Nome: Eduardo José Vasconcelos Silva
    Idade: 19 anos
    Natural: Monsul, Póvoa de Lanhoso
    Reside: Monsul
    Hobby: Jogar futebol, ver filmes, ouvir música.
    Livro preferido: “Caim”, de José Saramago.
    Disco/músico preferido: “Lonerism”, dos Tame Impala.
    Filme que mais gostei: “The Searchers”, de John Ford.
    Prato preferido é: Bacalhau.
    Praia: Praia Fluvial de Verim
    País: Portugal
    Férias em: Portugal
    Viagem que gostava de fazer: Islândia
    Objetivo de vida: Ser feliz
    O que me inspira é: Arte, o poder da criação.