Visita Oficial do Governador ao Rotary Club de Lagos

No passado dia 11 de Outubro, realizei a minha Visita Oficial ao Rotary Club de Lagos, na qual fui gentilmente recebido pela Presidente do clube, Companheira Jovita Jesus, pelas 13h00.

Depois de um agradável almoço no Restaurante “Chico Zé”, cujo proprietário recuperou uma escola e uma capela antigas, e que pelo seu mérito e pelo apoio constante ao movimento rotário já foi distinguido pelo clube como o profissional do ano, seguiu-se uma visita ao Museu de Lagos, na qual tivemos a oportunidade de ver a Igreja de Santo António, toda feita em talha dourada.

Na Câmara Municipal de Lagos apresentei cumprimentos à sua Presidente, Dr.ª Joaquina Matos, com quem tive uma reunião em que debatemos alguns aspectos de extrema importância para o Concelho.

Na reunião com o Conselho Director fiquei a conhecer o plano de actividades do clube para dinamizar ao longo deste ano rotário, entre as quais a atribuição de prémios escolares, a realização de um almoço com as crianças institucionalizadas do Concelho, a distinção do profissional do ano e a realização de um espectáculo cuja receita vai reverter para a pintura de um edifício da CASLAS – Centro de Assistência Social Lucinda Anino dos Santos.

No que respeita à Comissão do Desenvolvimento do Quadro Social e Expansão, o clube tem actualmente 12 companheiros, três dos quais admitidos já este ano, o que vai de encontro às minhas expectativas e às metas que tracei para este meu ano de Governadoria.

No jantar festivo marcaram presença 27 convidados, dos clubes de Lagos, Portimão (nomeadamente o Governador Assistente dos clubes do grupo 19, Companheiro José Casimiro) e Tavira e também a Vereadora do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Lagos, Dr.ª Sara Coelho.

Após um momento musical protagonizado pelo violoncelista João Cunha e das intervenções protocolares, o jantar terminou com a habitual troca de lembranças, tendo oferecido à Companheira Jovita Jesus uma placa com o lema do Presidente John Germ para este ano rotário: “Rotary a Serviço da Humanidade”, que amavelmente retribuiu com um extraordinário conjunto de chávenas de café da Vista Alegre alusivas à calçada portuguesa.