Rotary Club do Bombarral dinamizou Tertúlia Literária "António Aleixo"

 

O Rotary Club do Bombarral levou a efeito, pela primeira vez e, de forma descentralizada, na Delgada, uma tertúlia literária, dedicada ao grande poeta algarvio António Aleixo.

O evento decorreu no Clube Recreativo Delgadense, na noite de 18 de Março, e para além da estrutura própria, criada no seio do Clube bombarralense, contou com a jovem e dinâmica presença do Grupo de Teatro Amador "Os Lendários", também da Delgada.

A tertúlia foi aberta pelo Companheiro Manuel Patuleia, coordenador do grupo organizador, que salientou às cerca de seis dezenas de participantes, entre os quais se contavam o Governador Eleito do Distrito Rotário 1960, Companheiro Afonso Malho, a Governadora Assistente, Companheira Mafalda Conceição e Silva, o Presidente da Câmara Municipal, José Manuel Vieira, e dois outros elementos da edilidade bombarralense e a Presidente da Junta de Freguesia da Roliça, um pouco do historial de Rotary International, sua fundação, objectivos e expansão a nível mundial.

Seguidamente, realçou a difusão do movimento em Portugal, da Federação, aos dois Distritos existentes e a sua implantação local, como é o caso do clube do Bombarral, cujas actividades, designadamente as de cariz social, fez questão de vincar.

Explicado o que supunha uma tertúlia, designadamente a que estava a iniciar-se, passou a palavra ao Companheiro Henrique Santos, também membro do Grupo das Tertúlias Literárias, que teve a seu cargo a organização da busca e selecção de elementos históricos e literários, que permitiram a elaboração do texto que serviu de base à apresentação da vida e obra, que se divulgavam, daquele "poeta popular".  

O ambiente inicial da tertúlia assentou numa recolha de canções de autores conhecidos, compostas sobre letras de António Aleixo, recolha da Companheira Teresa Teotónio, e a apresentação da biografia e trechos da obra do poeta foi sublinhada, por uma panóplia de fotografias suas e das realidades que o envolveram, em compilação e seriação das Companheiras Natália Pedro e Bruna Isidoro. Evidenciou-se o contributo extraordinário prestado, pelos serviços próprios das Câmaras Municipais de Loulé e de Vila Real de Stº António, que permitiram essa interessante e instrutiva projecção.   

"Os Lendários", que caracterizaram um dos seus elementos ao modo de António Aleixo, prestaram alegria e valorização à apresentação da biografia, dada a forma jovial e responsável como a bordaram as partes da mesma que se encontravam em discurso directo.

Na parte final, a tertúlia propriamente dita, na qual, além das quadras de António Aleixo, foi declamada uma série de poemas do tipo "mote e glosas", "Os Lendários" voltaram a dar brilho à sala, pela forma como dinamizaram a sessão e recitaram poemas, mas a assistência vinha preparada: na realidade, alguns participantes traziam trechos da obra de “Aleixo”, o que tornou possível que esta tertúlia se tivesse prolongado para além das duas horas.

A Companheira Ercília Guerra, Presidente do Rotary Club do Bombarral, encerrou o evento, congratulando-se com a forma como ele decorrera e dirigindo agradecimentos aos “Lendários” e à Direcção do Clube Recreativo Delgadense. 

Alguns dos presentes prosseguiram, entre convívio e petiscos, o salutar e cultural ambiente, que esta tertúlia dedicada a António Aleixo e desenvolvida em espírito rotário, tinha promovido e deixado no ar.