Fundação Rotária Portuguesa está apta a receber os donativos provenientes da consignação do IRS

Ao encaminhar 0,5% do imposto do IRS para a Fundação Rotária Portuguesa (FRP) através da declaração de rendimentos está a contribuir para fortalecer a obra social da instituição: a Educação, refletida na entrega de bolsas de estudos a jovens estudantes carenciados.

A FRP, classificada como Instituição Particular de Solidariedade Social, encontra-se habilitada a receber os donativos provenientes da consignação de 0,5% do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS).

Esta doação não apresenta qualquer encargo para o contribuinte que, através da sua declaração de rendimentos, pode disponibilizar 0,5% do imposto já liquidado pelo Estado para ajudar a Fundação Rotária Portuguesa.

O cidadão que opta por consignar 0,5% do seu imposto não paga mais imposto ou reaverá menos dinheiro, no caso de haver lugar à restituição do imposto cobrado, mas sim desloca uma pequena parte do montante já suportado para a instituição que escolhe.
 
Para isso bastará que assinale no Modelo 3, quadro número 11, campo 1101, o NIF 501129081 – Fundação Rotária Portuguesa (como indicado na foto acima).
 
A FRP relembra que este gesto solidário deu, recentemente frutos. A ação levada a cabo no ano passado, por rotários de todo o país, bem como por amigos e familiares que abraçaram esta causa traduziu-se em novo sucesso. No passado dia 31 de março a Autoridade Tributária e Aduaneira, entregou à FRP 24.995,21 euros (respeitantes ao exercício do ano 2015) que deste modo vão permitir que a instituição continue a apoiar os jovens estudantes carenciados, através do seu programa de Bolsas de Estudo.

A este valor acrescenta-se ainda o benefício de 15% do IVA suportado que no mesmo período (2015) foi de 2.169,59 euros. Também inscrito a favor da FRP.
 
Seja Solidário(a)
Apoie a obra social da Fundação Rotária Portuguesa.